No enKalço (que horrível)

Fui ver o Ka novo, duas vezes já. Gostei bastante do que vi. O desenho ficou muito bem resolvido, em especial na frente e na traseira, os melhores ângulos. Achei os arcos das rodas saltados demais, embor entenda que eles contribuem para o aspecto geral do carro.

Espaço atrás é surpreendente; pessoas com até 1,85m viajam sem problemas. Já o espaço para as pernas não é o forte, embora seja bem aceitável diante do porte do carro. Bancos um tanto curtos demais para as pernas, embora isso não chegue a incomodar (pelo menos em trajetos curtos). O porta-malas não é nenhum prodígio, mas está dentro do contexto e o acesso é extremamente fácil.

O posicionamento dos pedais, volante e alavanca do câmbio é perfeito, alinhado como em todo Ford à venda aqui, e com a maciez e precisão que a marca já nos tem acostumado.

Alguns detalhes, evidentemente, destoam. No entanto, são todos relacionados ao acabamento, um item do qual não se pode exigir muito em carros de entrada. O tecido é um tanto pobre e a parte central do painel pareceu-me frágil – quase arranquei o botão ao tentar puxar o acionador do desembaçador traseiro.

Os preços, no entanto, são extremamente agressivos. A versão 1.0 bate de frente com Celta e Palio, e deve ser bem mais agradável de dirigir. No entanto, queria destacar aqui a 1.6. A 34 mil reais completo (a/c, dh, vidros e travas elétricas), é pelo menos CINCO MIL REAIS mais barata que qualquer outro carro não-1.0 similarmente equipado. Enquanto 206 1.4, Corsa 1.4, Palio 1.4, Gol e Fiesta 1.6 gravitam em abusivos 40 mil, o Ka é mais gostoso de dirigir que todos eles, mais potente que a maioria e significativamente mais barato. É o carro a se comprar na faixa até 40 mil reais, quando a briga passa a ficar entre Focus, Punto e Polo. Até lá, Ka é o negócio.

Comentários

Rafael Marçal disse…
espero que a ford tire logo do forno um KA 5 portas só assim ele vai embalar nas vendas

Postagens mais visitadas deste blog

Comparativo: Celta Life 1.0 VHC x Palio 1.0 Fire

Teste: Chevrolet Zafira Elegance 2.0 automática

Teste: Hyundai Azera 3.3 V6