Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2013

Promiscuidade

É cedo para afirmar com certeza, mas aparentemente a saída do dublê de fotógrafo da chefia de Quatro Rodas fez um bem danado à publicação. Agora comandada por jornalista de brio, a revista reprovou o EcoSport após o teste de 60 mil km e colocou o fato em destaque na capa. 
Nenhuma outra revista poderia fazer isso. Primeiro, por não possuírem dinheiro em caixa para comprar carros e fazer uma seção como o teste de 60 mil km da QR. Segundo, por não possuírem dinheiro em caixa para bancar uma seca de anúncios da Ford (que poderia vir após publicação de tal matéria).
A maioria das revistas de automóveis por aí não se justifica editorialmente, não fossem os religiosos anúncios de montadoras que bancam a estrutura muitas vezes não só da revista como também de outras publicações deficitárias da editora. E aí a independência editorial vai totalmente pra vala.
O que leva a pensar no mundinho dos assessores de imprensa das montadoras e dos jornalistas especializados. A ida de profissionais das mídi…

Teste: Ferrari 458 Italia

Imagem
O melhor esportivo de todos os tempos. 
E quem fala não é o M4R, mas sim diversas revistas e programas especializados, a começar pelo próprio Top Gear (antes do Jeremy Clarkson ficar maluco pelo Lexus LFA).

A 458 é a mais recente numa linhagem de Ferraris que ficam bem na porta dos restaurantes badalados e também nas pistas. Diz a lenda que Luca di Montezemolo, atual presidente da Ferrari, possuía uma 348 antes de ocupar o cargo. Aí foi apostar uma corrida num sinal contra um esportivo japonês de ¼ do preço e perdeu vergonhosamente. Então, ao ser chamado para presidir a empresa, foi cuidar para que isto nunca mais acontecesse. E, dizem, nunca mais aconteceu após a 355.

Fato é que a 355 de 1995 iniciou uma grande evolução dos Ferraris de 8 cilindros, dando saltos quânticos em melhorias de acabamento e comportamento. Dali para a 360 Modena, depois para a 430 e culminando na atual 458, tão boa que homenageia o país. E as Ferraris que homenageiam gente grande (como a Enzo de 2002) costumam s…

Enquanto isso, no Brasil...

Imagem
O vídeo acima mostra um Mercedes S que foi contruído nas horas extras pelos trabalhadores de uma fábrica na Àfrica do Sul e dado a Nelson Mandela quando ele saiu da prisão.

Algumas conclusões.

A África do Sul, país mais pobre que o Brasil, com menos população que o Brasil, tem uma fábrica da Mercedes que faz carros para o mercado local – inclusive os topos de linha. A fábrica que o Brasil vai receber, 30 anos depois, vai fazer os modelos de entrada da Mercedes. É de cortar os pulsos.

Uma ideia dessas, numa fábrica do Brasil, teria sido contestada tando pelos sindicatos, que não enxergam um palmo na frente do nariz, e iriam proibir os empregados de trabalhar as horas adicionais de graça, como principalmente teria sido veementemente negada pela direção da empresa, afinal de contas como eles iriam justificar o custo daquele carro? Iria fazer falta nos gordos bônus dos executivos ou nas remessas milionárias de lucro para o exterior. Vide a situação atual de revolta com o preço dos carros e t…

Discordando

Caros,

Perdoem a demora nas atualizações. A vida real está acelerada e demandando mais tempo do que de costume. Prometemos para compensar um super teste até o final do ano.

Enquanto isso, algumas opiniões sendo escritas por aí das quais discordamos fortemente. Vamos a elas:

http://autoentusiastas.blogspot.com.br/2013/12/dez-ferraris-que-nao-gosto.html

Concordamos completamente com o autor em afirmar que a Ferrari é uma empresa automotiva como outras e que tem seus altos e baixos. Existem muitas Ferraris bastante esquecíveis, especialmente no final dos anos 70 ao começo dos 90.

Agora, encabeçar uma lista de Ferraris que não aprecia com a 458 Italia é um pouco demais. Claro que gosto é gosto e ainda bem que existem opiniões diferentes – o mundo seria muito chato se todos pensassem igual -, mas a 458 é um dos melhores esportivos já desenvolvidos, de desempenho equivalente ao dos supercarros da Ferrari, aliado a precisão cirúrgica na direção e um ronco inesquecível do motor. A 458 vem paulatin…