Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2017

Em defesa do etanol

Somos mais uma vez obrigados a rechaçar algumas inverdades publicadas recentemente com relação ao etanol combustível, basicamente fundadas em preconceito.

Esse “antes” é a indústria sucroalcooleira elevar o preço do álcool etílico hidratado carburante, AEHC, ou simplesmente álcool — o AE não usa o termo etanol, como o leitor sabe — pela enésima vez em sua história de 40 anos sob a égide do Proálcool com a esfarrapadíssima desculpa da elevação dos preços do açúcar nos mercados internacionais.

A desculpa não é esfarrapada, obviamente. Usinas de processamento de cana de açúcar desde muito tempo podem produzir tanto etanol quanto açúcar, num mix que pode variar até no máximo 70/30 em prol de um produto ou outro. Como qualquer empresa, sua produção será maior para o produto que der mais lucro, que neste momento é o açúcar. Com a maior parte da produção indo para o açúcar, falta etanol no mercado e o preço sobe. O preço subindo, o produto volta a ficar atrativo, as usinas produzem mais e assi…

Genial

Imagem
Um artista resumiu exatamente o que falamos no último post.

PESSOAS QUE GOSTAM DE CARROS NÃO TÊM LUGAR NAS MONTADORAS.


Uma pena

Uma jornalista, que trabalha na área de comunicação de uma das maiores fabricas de automóveis do Brasil, postou em seu perfil que o Uber deveria trazer foto dos carros, pois afinal como saber o que é um Prisma?

É isso. Para as montadoras, quanto mais ignorante sobre carros, melhor. Assim elas podem cometer as atrocidades que quiserem.

Se fosse hoje, o Lee Iaccoca teria feito carreira em outro segmento.

Troca da embreagem do Powershift

Imagem
Com muitos câmbios apresentando problemas sérios, travando marchas, superaquecendo e deixando os carros imobilizados, a Ford decidiu aumentar a garantia do Powershift e oferecer a troca do sistema de embreagem sem custo para donos de Fiesta e Focus de 2014 e 2015. Aparentemente nos carros mais recentes este conjunto novo de embreagens já vem de fábrica.
Nós acompanhamos de perto um caso desses, com um Focus 2.0. Foi feito o agendamento de visita a uma concessionária para, primeiro, verificação do defeito. Aí o dono precisa deixar o carro por dois a três dias para que seja verificada a presença do defeito pelos aparelhos de checagem da Ford. Obviamente que o dono fica a pé enquanto isso e entuba os gastos que tiver com transporte.
Aí uma vez constatado o defeito, o dono precisa agendar na mesma concessionária a troca das embreagens - lembrando que o Powershift é um câmbio de dupla embreagem, daí a troca fazer sentido. “Ah mas eles não tocam o kit assim que notam o defeito?” Claro que não…