Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2004
Carro limpo e dia idem

Lavar o carro pra mim está indiscutivelmente associado com dias bonitos. Vejo um dia bonito e já quero lavar o carro – que está sempre sujo. Acho sensacional passar aqueles minutos vendo seu carro ficar limpo (sim, eu não lavo na mão, eu levo no lava-rápido) e ao mesmo tempo observá-lo, ver o movimento.
É um programa ótimo para fazer com os amigos. Outro dia fiz um desses. Fomos lavar os dois carros e, enquanto esperávamos, descemos umas duas latas de Itaipava cada um devidamente acompanhadas por um pacote de Ruffles. Poucas coisas são melhores do que isso num sábado de manhã, de sol rasgado.
Depois você leva o carro pra casa e ou chove ou passa ao seu lado um caminhão despejando terra, mas isso já são infortúnios do dia-a-dia.
Pequenos prazeres

Uma das coisas que eu mais gosto de fazer é passear pelas marchas do carro. Isso é aquela aceleração rápida mas não "full throttle", mais ou menos 50 a 60% da carga do acelerador, trocando rapidamente as marchas a 3 mil ou 3,5 mil giros até atingir a velocidade desejada (em São Paulo, normalmente 70 por hora, velocidade máxima da maioria das avenidas por aqui). Não é uma aceleração vigorosa onde você extrai o máximo desempenho. É uma relação que depende mais do torque do motor, da precisão do câmbio, das respostas da embreagem, do balé dos pés dosando a pressão nos pedais.

O Golf é uma delícia nesse aspecto. Pedais macios, de curso correto, o melhor câmbio manual do Brasil e um volante de pega adequada. Você curte tudo: o peso do carro sendo jogado na suspensão traseira, a embreagem acomplando a primeira marcha ao eixo motriz, o acelerador impondo o ritmo dos pistões, o ponteiro da velocidade subindo, o conta giros dançando conforme os comandos.

Carros 1.…
Carro tá caro!

A última edição da 4R com a escolha dos melhores carros pela faixa de preço me deixou de cara no chão. Até pouco tempo atrás os carros tinham faixas de preço bem definidas, e estacionaram nelas. Mille era 13 mil, Celta e Palio Fire 15/16, Gol GIII e Palio EX 21 mil, pequenos equipados (206 1.6, Corsa 1.8) até R$ 29 mil, médios a partir de R$ 32 mil (Golf 1.6, Stilo 1.8, Focus 1.8 - na época - Astra 2.0), Corolla, Civic básicos por volta de R$ 43 mil, topos de linha por R$ 55 mil. Hoje está RIDÍCULO! Mille a 16 mil, Siena 1.8 a mais de 33, Astra Sedan a 42, Picasso automática a R$ 62 mil! A galera ficou louca? Não vai ter jeito, pra sair da ditadura dos carros mil vai ser necessário apelar para os usados, e ainda ssim, com um pé atrás. Aí as concessionárias parcelam os totais em 60 meses e nego nem percebe que pagou 25 paus num Celta. Ah, façam-me o favor.