Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2009

Os favoritos

O M4R encerra 2009 com a eleição dos carros favoritos da casa de acordo com a faixa de preço. Até R$ 25 mil: - Ford Ka 1.0 Até R$ 30 mil: - Renault Clio 1.0 16v Até R$ 35 mil: - Ford Fiesta 1.6 Até R$ 40 mil: - Fiat Punto ELX 1.4 Até R$ 45 mil: - Fiat Punto HLX 1.8 ou VW Polo 1.6 Até R$ 50 mil: - Ford Focus GL 1.6 Até R$ 55 mil - Ford Focus GLX 1.6 Até R$ 65 mil - Toyota Corolla GLI/XEI 1.8 automático Até R$ 80 mil - Ford Fusion SEL 2.5 / VW Jetta 2.5 / Hyundai Azera Até R$ 100 mil - Ford Fusion SEL V6 / Chevrolet Captiva V6 A lista encerra as atividades do M4R em 2009. E aguarde que entraremos em 2010 com o pé direito: um super comparativo entre o novo VW Fox e o Chevrolet Agile!

Teste: Ford Focus hatch GLX 1.6 16v flex

Imagem
O M4R traz, com EXCLUSIVIDADE na blogosfera, o teste do Focus 1.6! Questionada recentemente sobre o fato do ar-condicionado ser opcional no CrossFox, carro cujo preço inicial é de R$ 42 mil, a Volkswagen respondeu à imprensa que “a culpa” é dos moradores da Região Sul, que não fazem questão do equipamento por morarem um lugar de clima ameno. Seguindo esta linha de raciocínio, a Ford lançou o Focus movido somente a gasolina para agradar os habitantes da Região Norte, onde o preço do álcool é elevado devido ao custo dos transportes das regiões produtoras até ali. Representando São Paulo, a cidade e o estado mais populosos do País, digo que quero meu carro com ar-condicionado e flex, por favor. O resfriador o Focus sempre teve. A capacidade de rodar com álcool, no entanto, só chegou agora para o modelo novo. E, contrariando todas as expectativas, veio juntamente com um novo motor, o 1.6 16v Sigma, do qual já falamos aqui . É difícil para um médio estabelecer boas vendas sem uma versão

Podia ser mais fácil...

Esses dias precisei entrar em contato com concessionárias e oficinas a fim de resolver problemas automobilísticos. É sempre uma decisão conturbada, optar por qual serviço levar o seu carro. Se ele está na garantia, a maioria dos proprietários acaba levando o dito na concessionária. Afinal, não se paga a mão-de-obra e, o que muita gente acaba esquecendo, as primeiras revisões de um carro são normalmente muito simples, envolvendo pouco mais que uma troca de óleo e filtros, o que ajuda a baixar o preço. Ainda assim, existem muitos casos por aí de trocas de óleo e filtros mais vantajosas em oficinas e postos de gasolina do que na concessionária mesmo. E aí temos uma armadilha desses carros com garantias extensas, de 3 ou 5 anos: você acaba “preso” à rede de concessionárias, que mesmo não cobrando pela mão-de-obra segue praticando preços abusivos nas peças que troca. Se eu entendo um pouco de mecânica ou conheço uma oficina de confiança, é uma grande perda de dinheiro levar um carro por t

Palpites para o futuro

A Quatro Rodas antecipou, na edição deste mês, as novidades que veremos no mercado em 2010. Algumas chamaram a atenção: Ford Fiesta - Ganha a reestilização feita na Índia, que nas fotos parece bem interessante. Não faz sentido remodelar o Fiesta em 2010 e substitui-lo pelo Fiesta europeu (esse sim muito bonito) em 2011, então ou demoraremos ainda mais para receber este carro ou o Fiesta europeu virá para competir no segmento dos compactos premium, contra Polo, C3 e Punto. É uma estratégia interessante. Fiat Palio 1.6 16v - A Fiat comprou a Tritec, fábrica que fazia os motores 1.6 para o Mini Cooper, e deve aproveitar esse conhecimento e ferramental para equipar a linha com um novo 1.6 16v, rendendo por volta de 130 cv. Vale lembrar que a Fiat disponibilizava até o começo desta década um excelente motor 1.6 16v na sua linha, um exemplar digno da linhagem italiana. Quem sabe os carros da Fiat voltam a ter alma? Fiat Bravo - Não sei se fico mais feliz pelo fato de termos mais um médio