Postagens

Mostrando postagens de Março, 2003
Dolph Lundgren em: Palio Weekend 2 - A Ressurreição
Além de tudo, o carro é honesto por onde quer que se olhe. Tem um porta-malas generoso e um ótimo espaço interno, característica marcante dos Fiat desde o Uno. Alguns aspectos cativam: travas das portas integradas às maçanetas, bancos confortáveis, câmbio preciso e macio, manopla com boa pega, painel completo e com iluminação verde indireta, comandos à mão. Defeitos? Claro: não possui faixa degradê, o acabamento da versão antiga está longe de ser um primor (e os faróis são péssimos, problema sanado com a reformulação), o plástico do volante é áspero, os comandos dos vidros elétricos traseiros e dos retrovisores elétricos estão mal-posicionados (o primeiro à frentte da alavanca de câmbio, o segundo atrás).
Mas e o desempenho? Embromou até agora e não vai falar do desempenho? Bom, essa não é a prioridade num carro familiar, mas uma boa potência extre é sempre bem-vinda em qualquer situação. Bom, isso depende do motor. As 1.0, 6 marchas…
Comments
Queria agradecer as duas bravas almas que já comentaram até agora. Isso aqui vai ficar famoso, hoje até já passei o endereço num guardanapo de bar, eu não imagino melhor rota do que esta para o estrelato.

Idade
Acabo de responder a um questionário enviado a mim pela Ford, dizendo que "as suas preferências automobilísticas refletem a sua personalidade". Fui verificar. No final, havia uma charge do Caco Galhardo, mostrando uma família. Havia o adolescente rebelde, a filha patricinha, e mãe pacata. Estereótipos, não fui nenhum deles. Fui "O PAI CORUJA". É mole? "Você já atingiu muito em sua vida e hoje se preocupa..." Quer dizer, já começou errado! Bom, mas também nunca o site ia adivinhar minha personalidade. Uma das primeiras perguntas é sobre que carro me atrai mais, uma picape, um hatch ou um largo sedã. É, eu escolhi o sedã, e em todas as perguntas que me levaram a decidir entre desempenho e conforto eu fiquei com o último. É uma tendência que te…
Flash post
Enquanto baixo o programa de Declaração de Imposto de Renda pela Internet, um post rápido.
Ramón é o mais novo proprietário de uma Palio Weekend Adventure. Só reforça a experiência que eu tive ao tentar comprar uma Parati; por qualquer ângulo que se olhe, a Palio entrega mais. Com a pequena reformulação feita por Giugiaro em 2001, o carro ficou ainda mais atraente, principalmente no acabamento interno. O nicho da Adventure, então, foi uma grande sacada da Fiat, já que o carro deles nunca teve o tal "espírito jovem" da Parati. As modificações passaram a vir de fábrica, e deram ao carro tanto uma maior resistência em caminhos de terra e em avenidas esburacadas quanto uma aparência agressiva, por causa dos quebra-matos e dos estribos laterais. Dois anos depois, a VW lança a Crossover. Acho que dá para chegar a algumas conclusões.
Comments
Ainda acho que é mentira, mas acho que um Neanderthal do JavaScript como eu acaba de conseguir colocar um tosquíssimo sistema de comments no blog...
JP-8
Todos os veículos auto-propulsados usados pelos americanos na guerra contra o Iraque usam o mesmo combustível, JP-8, que é basicamente uma querosene super-aditivada. É barato e pouco volátil. Resolve problemas de logística. FlexFuel de uma maneira nunca antes vista.

Crise
O Brasil não produz mais o Chevrolet Omega e corre o sério risco de importar futuras gerações de VW Golf e Audi A3 do México. Enquanto isso, produzimos Palios, Gols, Celtas, Unos, Kombis, Kas e Fiestas. Reflexo da crise. Ninguém tem mais dinheiro para nada, e hoje em dia, quem consegue ir até uma concessionária e comprar um carro 0 km é um herói. Não há mais emprego, não há mais crescimento, só recessão até onde a visão permite. Hordas de recém-formados sendo recusados para sub-empregos. O pior não é pensar nos 8 anos de governo que arrasaram nossa economia, mas sim ver que a tão esperada "mudança" fica cada vez mais longe. E depois me mostram que Bagdá é pobre. Câmeras nas favelas, por favor.
Gol Flex Fuel
Vou ser obrigado a interromper meus comentários sobre a Palio Weekend. A VW lançou hoje o Gol TotalFlex, com motor 1.6 e que pode ser alimentado por álcool ou gasolina. Portanto, a potência pode variar entre 97 e 99 cv (gasolina e álcool, respectivamente). Num comentário à parte, uma bela evolução do veteraníssimo AP-1600, longitudinal e gerando apenas 4 cv a menos que os motores modernos (alemão até 2001 e brasileiro depois disso) do Golf 1.6, ambos a gasolina.
Mas não entendi qual a utilidade do FlexFuel, a não ser a de parar em qualquer bomba no posto. Se você viaja bastante, pode encontrar postos que só vendam gasolina - e isso é regra no exterior - e se quiser ter a opção de abasterecer com álcool para maior economia, pode ser válido. Como vendas, a opção pode comover muitos usuários da gasolina, que poderão abastecer seus veículos a álcool, sem no entanto comprar um carro movido exclusivamente a ele, que ainda são micos em nosso mercado. Quando o FlexFuel (FF) foi …
Fiat Palio Weekend
Tinha que ser o primeiro carro comentado aqui. Foi o meu primeiro carro, e além disso a mãe de um amigo meu acaba de tirar uma. Duas razões muito fortes.
Foram 13 anos de reinado absoluto da VW Parati. Robusta, com design avançado na época de seu lançamento e principalmente, ostentava o logo VW na grade dianteira. E então a Fiat lançou a Elba, meados da década de 80. Porta-malas maior, mecânica transversal e quatro portas. Mas a líder não se abalou. A concorrência teve que somar mais qualidades à questão. A perua derivada do projeto 178, mundial para países "em desenvolvimento" da montadora italiana. Maior porta-malas, 4 portas, design vastamente superior, mecânica interessante e um fator fundamental: preço. A versão mais barata, 1.0 6 marchas (tudo bem, sei que o desempenho era sofrível) era pelo menos 2 mil reais mais barata que a Parati 1.0 16v. As versões de topo nem se comparavam. Em 98, era possível encontrar uma Palio Weekend Stile 1.6 16v bem-equipa…
Fórmula 1
E está rolando o GP da Malásia. Quatro da matina, isso é hora para começar uma corrida? A F1 ficou tão chata desde o tri do Schumacher que não vale a pena ver. A primeira corrida, na Austrália, até que foi divertida e tumultuada. Na Malásia, se por um lado o Schummy danou-se e tá mal na corrida, as distâncias entre os líderes estão superiores a 10 segundos. Mais sem graça do que água de sopa. Não sei se são as pistas ou se o único cara realmente bom é o alemão. É difícil acreditar em "entressafra" de bons pilotos; prefiro observar a superioridade ferrarista. Tomara que um dia voltem os duelos de Senna, Mansell e Prost.

Valet
Num panorama mais cotidiano, acho uma sacanagem brutal o costume entre os estacionamentos e os "valet services", manobristas, de esconderem os carros mais simples para estacionarem os importados na frente, mais visíveis e mais à mão do cliente. Os manobristas de um bar no Itaim (é, estou receoso de identificá-lo) têm o costume de estaci…
Carta ao leitor
Dizem que as melhores idéias surgem em momentos de pressão. Que a criatividade aparece em momentos onde não há solução possível. Agora são 04h45 da manhã de um dia que pode ser muito importante para mim. A razão diz que eu devia estar dormindo. A emoção acabou de me dar a idéia deste blog. Não preciso dizer qual dos dois foi o vencedor.
A intenção é nortear meus posts aqui com meus conhecimentos automobilísticos. Já guiei muitos carros, sou fanático, coleciono revistas e consigo discutir horas sobre taxas de compressão. Este será meu canal para extravasar minhas opiniões e, claro, dar um toque pessoal ao que escrevo. Afinal, não é só sobre carros que se faz uma vida.
Quero posteriormente adotar sistemas de "page-views" e de comentários; blog solitário é como saco vazio, não se sustenta. Sou péssimo nessas coisas, mas também acho que está na hora de colocar um pouco de vergonha na cara e usar a mídia digital a quatro ventos.
Antes que eu esqueça: a idéia deste…