Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2013

Carro simples?

Durante a visita do papa Francisco ao Brasil, a imprensa ressaltou a utilização de um carro diferente durante os trajetos do pontífice no Rio de Janeiro, no caso um Fiat Idea. Qualificaram-no de "muito simples", "barato", "humilde".

Um Fiat Idea 0km custa no Brasil cerca de 40 mil reais, a versão mais barata. Cerca de SESSENTA E UM salários mínimos. Longe, muito longe da realidade da maioria dos brasileiros.

No Brasil, pelos preços que pagamos, nenhum carro é humilde. Fiat Idea, aqui, tem preço de papamóvel.


Teste: Lamborghini Gallardo LP560-4

Imagem
Oi? Então o M4R testou um Lamborghini Gallardo? Pois é. Tava na hora de saber a real desses supercarros mesmo.
O Gallardo é a versão reduzida do Murciélago, o primeiro Lamborghini civilizado. Até o início do século 21, a Lamborghini foi uma excelente fabricante de superesportivos malucos, pouco confiáveis, propensos a quebras e muito ariscos de se dirigir na cidade. Entre vários fracassos (Urraco, LM-001), alguns modelos povoaram os sonhos e os pôsteres nos quartos de gerações de entusiastas, começando com o Miura dos anos 60, passando para o espetacular Countach (palavra que, num dialeto italiano, significa “que gostosa” e é isso mesmo que você está pensando) e o maravilhoso Diablo. Estes dois últimos ficaram mais de dez anos em produção, o que mostra a dificuldade da empresa em substituir seus modelos e projetar novos.
Até que o Grupo Volkswagen incorporou a Lamborghini ao seu portfólio de marcas e mandou uns alemães da Audi até Sant’Agata Bolognese ajudar num projeto novo. E daí nasc…

Novos GM

A GM do Brasil aproveitou o lançamento do Tracker para se reapresentar institucionalmente. Mudou o slogan - agora é Find New Roads - e começou a bater bumbo pelo fato de ter lançado 10 novos carros em 20 meses, ou algo assim. O M4R reconhece que a linha da GM melhorou muito em vários quesitos, mas talvez nem tanto assim. Vejamos:
Celta e Classic estão fazendo hora extra há anos. Apertados, posição torta de dirigir, câmbio impreciso, poucos equipamentos, já não deveriam estar mais entre nós.
Onix e Prisma, por sua vez, ganham destaque. Design atualizado, bom espaço interno, bom comportamento e um pacote de equipamentos muito interessante, com destaque para a central multimídia MyLink e o câmbio automático de seis marchas disponíveis nas versões de topo - o câmbio é um tapa na cara das montadoras que empurram essas porcarias monoembreagem nos carros pequenos e também fala grosso com o HB20 e seu câmbio de quatro marchas.
O Cobalt é uma alternativa válida no segmento dos sedãs simples com e…

Boas novas

Tem uns carros bem interessantes à venda no Brasil hoje. Muita coisa atualizada com o primeiro mundo. Quem opta por New Fiesta, Fusion, 500, Bravo, Punto, Jetta, Cruze, Sonic, 208, 308, 408, C3, toda a linha DS, Fluence, Civic, Fit, City, HB20 está levando pra casa um produto atualizado e coerente com o que se vende lá fora. Existem outros não citados, como Logan, Sandero, Focus e Corolla, que em breve voltarão a esta sintonia. E isso pra ficar só na maioria dos carros à venda hoje, abaixo de 100 mil reais. Existem outros projetos locais, como Gol, Fox, Onix e Prisma, que não ficam a dever com os compactos lá fora.
Sobra uma minoria de carros de projeto fraco ou precisando de atualizações, como Palio, Siena, Palio Weekend, Uno, Polo, Golf, Ka, Fiesta, Agile, Monstrana, Etios, que comprar um a esta altura do campeonato é um desperdício de dinheiro.
Nossos carros podem ter deixado de ser carroças; o problema agora é que continuam custando seu peso em ouro.