Mais um tapa na cara. Ou melhor, dois.

A Honda apresenta hoje a nova geração do Civic. Os preços começam em 85 mil para a versão manual com bancos em tecido e motor 2.0 flex, sobem para 92 mil na versão EX – intermediária, equivalente à antiga LXR que era vendida por quinze mil reais a menos – vão a 105 mil na versão de topo EXL, a única que agrega itens como ar bizona e teto solar e custa vinte mil a mais que a EXR atual, e terminam na Touring, que substitui o Civic Si e traz o 1.5 turbo de 173 cv. Por acachapantes CENTO E VINTE E QUATRO MIL REAIS. Preço de BMW série 3 até poucos meses atrás.

O segundo tapa veio do outro carro apresentado hoje à imprensa, o novo Ford Edge. Se os aumentos já são abusivos em carros de relativo volume e produção local como o Civic, imagine um importado do México e que tanto faz trazer um ou trazer cinco mil? Pois é, a Ford desproveu-se de qualquer vergonha ou conexão com a realidade e subiu o preço do Edge dos cerca de 150 mil pedidos para... DUZENTOS E TRINTA MIL REAIS. Simplesmente oitenta mil reais mais caro.


Caras montadoras, nós do M4R desejamos que vocês vão para a puta que o pariu. 

Comentários

Vinícius disse…
3 posts em 1 semana?!
2 posts em 2 dias?!
EXCELENTE!!!
E queremos mais, DUB...
Dubstyle disse…
hahahahaha obrigado Vinícius...
Esta semana teve a combinação de dois fatores importantes para a frequência de postagens: novidades no setor e carga menor de trabalho. Aí facilita bem.
Obrigado pela leitura!
Marcelo Schwan disse…
Caramba, dois posts em uma semana!!! Excelente.

E esse puta que o pariu para as roubadoras, digo, montadoras, foi o ápice. Parabéns.

abraço,
Marcelo Schwan

Postagens mais visitadas deste blog

Comparativo: Celta Life 1.0 VHC x Palio 1.0 Fire

Teste: Hyundai Azera 3.3 V6

Teste: Chevrolet Zafira Elegance 2.0 automática