Polo E-flex

É o primeiro carro nacional a dispensar o tanque de gasolina para partidas a frio. Pega usando álcool mesmo em temperaturas negativas. Agora, estranho a VW mostrar o Polo Bluemotion e em seguida lançar o sistema E-flex no mesmo carro. Dá pra fazer algumas leituras:

Por que no Polo e não no Gol? E a VW tem tradição de lançar inovações no Gol, o primeiro carro com injeção eletrônica de combustível e o primeiro flex do país. Minha opinião: o Gol vende muito bem e não há como inserir essa novidade na linha agora. E nem necessidade.
Por que no Polo e não no Fox? Minha opinião: o Fox morre em breve. Não sei se dá lugar a um Fox mais requintado ou se morre mesmo, mas é provável que a VW segure o E-flex para o Fox novo modelo. Mas aqui tudo é possível.
Por que no Polo e não no Golf? Acho que o Golf recebe o E-flex logo, mas não como série especial, e sim na linha normal.

Por fim, o lançamento do Bluemotion e do E-flex mostram que a VW planeja vida longa ao Polo no Brasil com esta mesma cara – lembrando que o novo Polo europeu acaba de ser apresentado. Talvez mais um face-lift, mas a plataforma não muda tão já. É triste isso. Ao menos a VW acordou para o Polo, o melhor carro de sua linha abaixo do Jetta.

Sobre o sistema de partida sem tanque, já não era sem tempo. Tanquinho no motor é muito pobre.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Comparativo: Celta Life 1.0 VHC x Palio 1.0 Fire

Teste: Hyundai Azera 3.3 V6

Teste: Chevrolet Zafira Elegance 2.0 automática