Novo Focus

Focus está chegando, muito perto agora. A quantidade de flagras nas ruas aumentou até que a Ford convocou a imprensa para conhecer o novo carro. Este blog não é convidado nem pra ser mesário, mas li na autoesporte online um pequeno detalhamento do carro – as fotos são de lá. E chamou-me a atenção a lista de preços:

Sedan

GLX Manual - R$ 59.690
GLX Automático - R$ 64.190
GHIA Manual - R$ 70.390
GHIA Automático - R$ 74.890

Hatch

GLX Manual - R$ 58.190
GLX Automático - R$ 62.690
GHIA Manual - R$ 68.890
GHIA Automático - R$ 73.390

Vamos do básico. Focus hatch GLX manual, R$ 58.190. Com a/c, dh, trio elétrico, ABS, duplo airbag e alguns mimos: computador de bordo (espero que dessa vez a Ford tenha mudado a unidade de consumo para km/l), rodas de liga leve aro 16” e partida por botão.

Preço excelente. Quem custa isso hoje é Polo Sedan, igualmente equipado, mas muito inferior em acabamento, dinâmica e comportamento. É ainda a faixa de preço de Stilo, Golf e Vectra GT completos. E o motor 2.0 Ford deixa todos para trás, independentemente da motorização da concorrência. E nem preciso falar da modernidade do projeto. Tal qual o Focus antigo, a nova geração vem bater de frente no preço, com muitos outros atributos.

Agora, a coisa muda de figura no Ghia completo. Chama a atenção a diferença de preços: 15.200 reais, e o que o Ghia auto entrega a mais? Câmbio automático com opção de trocas manuais, mas apenas quatro marchas. Bancos de couro, teto solar, e sistema de som que possui comandos ativados por voz – coisa que ao menos no Punto e no Stilo não funciona. Você fala “Regina” e ele liga para a “Adriana”...

É bem provável que o Ghia tenha outras funcionalidades que o GLX não possua, e fica aqui a torcida para que sejam equipamentos importantes que fazem falta, como air bags laterais e controle de estabilidade. Se não tiver, ficou caro.

Vejamos: Civic LXS automático custa a mesma coisa e vem menos equipado. Corolla XEi é similarmente equipado e custa também a mesma coisa. Só que ambos os japoneses oferecem excelente valor de revenda e uma manutenção constantemente baixa. Carro por carro o Focus é melhor, mas este não é o único fator a ser levado em cosideração na hora da compra.

Cabe fazer um senão significativo para a Ford. Cadê o flex? Entendo que a produção na Argentina começou tarde (há bem menos de um mês) e não deu pra transformar o Duratec 2.0 em Flex, embora o motor já exista no Focus brasileiro há bons anos. E a Ford antecipou o lançamento a gasolina mesmo para poder participar do Salão do Automóvel, em outubro. É válido, mas como a própria imprensa já levantou que o flex vem aí, estas versões a gasolina tendem a se tornar micos – a não ser que a Ford faça o mesmo serviço porco da Honda, diminuindo a potência do motor e aumentando demais o consumo para torná-lo flex. Aí o gasolina passa a ser cobiçado, como são os Civics hoje.

E cabe fazer um senão muito positivo (sesim?) para a Ford. Aliás, cabe um elogio absurdo, tremendo, louvação aos céus. Após um hiato interminável, finalmente recebemos um modelo idêntico ao vendido no primeiro mundo, por um preço competitivo, e recém-lançado: esta geração do Focus tem apenas seis meses de Europa. Ela acaba de jogar Fiat, GM e VW imediatamente no limbo. Stilo? Lixo. Golf? Lixo. Bora? Ainda existe esse carro? Astra? Minha nossa, piorou. Vectra GT? Bem, é quase igual ao Astra alemão por fora, e usa uma plataforma parecida. Hum. A GM piorou o carro para vendê-lo aqui; o acabamento é bem pior, e o motor é aquele Monza 2.0 que todos conhecem. O Focus é mais carro que uma frota de Vectras GT.

Ford, mostre a esse blog que a versão Ghia vale a pena, que o Flex vai chegar e será show, e terá o aplauso incondicional. E me ajudará a entender uma coisa:

Focus sedan Ghia automático: R$ 73.390
Fusion SEL 2.3 automático: R$ 74.000 (na prática).

Comentários

Anônimo disse…
Esse carro realmente vai dar o que falar....em diriginilidade, acabamento e conjunto.
A Ford só terá de gerir essa diferença de preço em relação ao Fusion, que é injustificavel.
As versões de entrada serão a melhor alternativa de médios.
Anônimo disse…
Esse carro realmente vai dar o que falar....em diriginilidade, acabamento e conjunto.
A Ford só terá de gerir essa diferença de preço em relação ao Fusion, que é injustificavel.
As versões de entrada serão a melhor alternativa de médios.
Anônimo disse…
Carros da ford tem fama de serem bons.... de ficha técnica, mas ruims.....de venda..... será que esse filme vai se repetir de novo???

cla pr
Dubstyle disse…
Claudio, eu acho que vai. Essa traseira do sedã causou polêmica, não é muito bonita, e se um carro não cai no gosto do povo pelo design, só se o pessoal se acostumar com ele. E isso é difícil, pois o Focus é caro e concorre com os "queridinhos" Honda e Toyota.
FERROMODELISMO disse…
Pelas fotos, eu não vi pecados nos acabamentos do GLX e do Ghia como o vocês andam a dizer.

Para quem vê mais carros populares do que "carros", um desse parece ser algo de luxo! Ainda mais com esse super rádio.

Mas pelo preço eu iria de Fusion.
Anônimo disse…
OH..... ele fes inumeros comentarios positivos a ford e desmereceu os outros mas q novidade.Este blog é muito criativo.Pode ser q um dia vc consiga um emprego de porteiro na ford. hahahahahaha

Postagens mais visitadas deste blog

Comparativo: Celta Life 1.0 VHC x Palio 1.0 Fire

Teste: Hyundai Azera 3.3 V6

Teste: Chevrolet Zafira Elegance 2.0 automática