Soberba

Feliz 2010! Que seja um ano de muitos bons quilômetros rodados para todos!

O M4R retoma as atividades um pouco chocado com a petulância da Fiat nas propagandas celebrando sua liderança em vendas pela oitava vez. Para quem não viu, nos anúncios a Fiat lista uma série de iniciativas nas quais foi pioneira no Brasil, como ao lançar o primeiro carro a álcool, a linha Adventure, etc. Tudo é verdade e eu respeito a Fiat, mas gostaria de acrescentar outros dados a essa lista, que eles talvez tenham esquecido:

- A primeira montadora a substituir um excelente motor 1.6 16v por um 1.8 beberrão, barulhento, antiquado;
- A primeira montadora a manter um carro por 26 anos em linha sem a menor preocupação com a segurança dos seus ocupantes (Mille);
- A primeira montadora a realizar quatro cirurgias cosméticas sobre a mesma plataforma, distorcendo completamente o carro (linha Palio);
- A primeira montadora a não oferecer ao consumidor um câmbio automático decente;
- A primeira montadora a tentar vender um sedã derivado de um compacto como um médio (Linea);
- A primeira montadora a lançar um motor totalmente novo com potência inferior à do que ele substitui (Fire 1.0 e Fiasa 1.0);
- A primeira montadora a pegar uma suspensão exemplar e amolecê-la a ponto de criar carros ruins de dirigir (linha Palio em 2001);
- A primeira montadora a lançar um motor novo num carro e, seis meses depois, aplicar um face-lift no modelo (Palio Fire 1.3 2001);
- A primeira montadora a importar em grandes volumes um modelo médio para o Brasil ao invés de produzi-lo aqui e gerar empregos (Tipo).

Isso para não falar da absoluta falta de respeito que foi a condução da marca Alfa Romeo na abertura das importações em 93.

Menos, Fiat, menos.

Comentários

Anônimo disse…
huahuahuahua. Pegou pesado agora. Mais concordo com tudo q disse. FIAT, tô fora.
Renato disse…
Você tocou no "assunto" 16 válvulas.

Elas se tornaram populares como um milagre para os motores 1.0 e depois sumiram. Agora as 16V estão novamente "na moda" no Focus e no Linea, além dos experimentados Renault e Peugeot

Que tal um post somente sobre as 16 válvulas?
Dubstyle disse…
Boa pedida Renato, falarei sobre o assunto em breve.
matador disse…
quanto recalque...
muito tendencioso isso...

se a Fiat fosse esse monte de merda, pode ter certeza que seria lider de vendas, pois quem compra um e se arrepende, não compra de novo.

tem alguns defeitos sim, como não ter um cambio automatico de verdade, mas fez muito bem em trocar os fiasa que eram frageis pelos FIRE, muito mais modernos.

aposto que você deve ser um que guarda mágoas da VW por ter aposentado o jurássico AP

quantas cirurgias foram feitas no gol até a 4a geração?

quanto monte de merda
Anônimo disse…
O Marea teve cambio automatico de verdade sim e era o mesmo que a GM usava/usa no Vectra.

Faltou fazer um lista igual para a VW, vai dar muito pano pra manga.

Abraços.

Carlos Torres.
José Eduardo disse…
cara q tanta porcaria, ela pode até te feito td isso, mais tds montadoras fazem qse isso, se o dualogic é uma bosta pq a vw colocou uma copia em seus carros..
Se o pessoal não gostasse do que ela faz então pq sera a 8 vez lder do nosso mercado?hahaha...pura inveja...
Anônimo disse…
Ainda assim ela é a maior em vendas!!!
Menos M4R, menos!!!
Anônimo disse…
Se ela teve tal petulância, pelo menos ela se baseou em dados concretos e bem merecidos! Todas as marcas cometem erros, porém, essas marcas em geral não tem com o que comemorar, pois a atual situação não está a favor delas e sim da FIAT! Gosto da marca, isso é bem óbvio e achei o texto ridículo!

Abraço
FZR disse…
Interesante que todo mundo mete o pau na FIAT mas não tem capacidade de reconhecer as boas coisas feitas pela marca, isso deve ser inveja por não poder comprar um FIAT de tanto que falou mal. Quem detona a FIAT assim deve adorar andar de gol ou monza que tem projetos "atuais".
Mano disse…
- A primeira montadora a substituir um excelente motor 1.6 16v por um 1.8 beberrão, barulhento, antiquado;
R: Qual o motivo da troca, você sabe? O 1.6 16V era importado e o 1.8 nacional. Questão de custos e o fato de a GM ser acionista da Fiat na época (lembra disso?)
- A primeira montadora a manter um carro por 26 anos em linha sem a menor preocupação com a segurança dos seus ocupantes (Mille);
R: Nessa a VW ganha de longe: a Kombi é já cinquentenária e o Fusca ficou 27 anos em linha (quando saiu em 1986) mas retornou depois com o Itamar. O Uno/Mille pelo menos é bem mais moderno e seguro que a dupla da VW.
- A primeira montadora a realizar quatro cirurgias cosméticas sobre a mesma plataforma, distorcendo completamente o carro (linha Palio);
R: Como disse o matador: e as várias cirurgias do Gol até surgir o bola?
- A primeira montadora a não oferecer ao consumidor um câmbio automático decente;
R: O Marea teve um câmbio automático autêntico e muito bom por sinal. Tanto que é o mesmo que a GM usa no Vectra.
- A primeira montadora a tentar vender um sedã derivado de um compacto como um médio (Linea);
R: Não perde muito para GM que tenta vender um sedã médio (Vectra) como médio-grande.
- A primeira montadora a lançar um motor totalmente novo com potência inferior à do que ele substitui (Fire 1.0 e Fiasa 1.0);
R: A potência pode até ter sido inferior no início mas a tecnologia embarcada e a economia de combustível sem dúvida foram muito superiores.
- A primeira montadora a pegar uma suspensão exemplar e amolecê-la a ponto de criar carros ruins de dirigir (linha Palio em 2001);
R: Não foi a primeira não. A Ford fez uma meleca maior no Escort XR3 em 86. Substituiu uma barra estabilizadora excelente por um troço reto que deixava o carro passarinheiro. (Tive um 84, um 86 e um 87)
- A primeira montadora a lançar um motor novo num carro e, seis meses depois, aplicar um face-lift no modelo (Palio Fire 1.3 2001);
R: Se não me engano a VW fez algo parecido quando lançou o Gol com motor AP.
- A primeira montadora a importar em grandes volumes um modelo médio para o Brasil ao invés de produzi-lo aqui e gerar empregos (Tipo).
R: Era mais barato trazê-lo importado que produzi-lo aqui. Você se lembra da nossa elevadíssima carga tributária que, na época, era maior ainda?

Isso para não falar da absoluta falta de respeito que foi a condução da marca Alfa Romeo na abertura das importações em 93.
R: Esse é o único ponto em que concordo com você. A Alfa Romeo nunca foi bem tratada pela Fiat em terras tupiniquins.
Anônimo disse…
Só um reparo aos Fiateiros, o câmbio automático do Marea era igual ao do Vectra da geração anterior, e não ao do atual Vectra/Astra/Zafira. Mas era bom sim. Mas não levem tudo tão a sério. A Fiat como as outras tem sim suas coisas erradas, e evidente que ninguém vai usar os pontos criticados na publicidade. Convenhamos que, em se tratando de publicidade, a maior cara de pau ainda é da Hyundai. Nada confere, "melhor suv do mundo", "J.D.Power", IPI reduzido para o Azera, só cascata.
André disse…
Não vi outro post aqui gerar tanto ruído. Concordo que o Dub foi duro, mas tenho certeza que ele tem razão em alguns pontos. De qualquer forma, creio que todas as montadoras sejam farinha do mesmo saco. Não são empresas filantrópicas, ou seja, as decisões visam ao lucro em primeiro lugar. Agora, o que não é admissível é mentir, que é, como mencionado acima pelo anônimo, o que a RUINDAI faz. "Melhor carro do mundo", "20 airbags", "ipi reduzido", "comparação do i30 contra bmw", vá pra casa do... Pior: ficou de briguinha com a co-irmã Kia. Nojento, nojento. Repito mais uma vez: carro xing ling coreano da ruindai, NEM DE GRÁTIS :-)

Agora, no caso das demais montadoras, todas deslizaram, seja por escolhas estratégias erradas, seja por escolhas mercadológias erradas, seja por escolhar financeiras (não necessariamente erradas para as empresas). Algumas erram mais, é verdade. Veja o caso da Ford, que nunca acerta com o belo e bom Focus. E a VW, com seus motores de 2 décadas atrás. E a GM, com seus monzões (vectras). Bom, é tudo farinha do mesmo saco... Abraços!
Anônimo disse…
Que postagem tendeciosa! Só seria justa se listasse o monte de merda que as outras montadoras vivem fazendo. Primeira e única vez que entro nesse site. E coitado do "Notícias Automotivas" que ainda reproduziu esta "coisa".
Anônimo disse…
Primeiramente ela assim como todas as outras fez modificações em seus carros que ao final não agradaram a 100% dos consumidores. Ela como todas as outras vende produtos antigos (Kombi, Gol, Classic, Fiesta etc). Com rerlação ao cambio atumatico esse era GM, que por sinal, de ótima qulidade e durabilidade principalmente. Com relação ao Tipo, se vc não se lembra ele foi nacionalizado sim, pecando em alguns aspectos, mas foi fabricado no Brasil. Por fim, ela como as outras trabalha para oferecer o que o mercado compra e sabe o que o mercado quer comprar. Esse seu "Menos" tem que ir para a Hyundai, que vende algo que realmente não existe, vende uma farsa, vende um produto típico de brasileiro que não tem $$ e quer se sentir com. Essa história de comparar Azera e i30 com BMW e Meca, isso é coisa de quem nunca entrou em um. Bem, antes de criticar qualquer uma das 4 grandes (GM, VW, Fiat e Ford) perca mais seu tempo fazendo campanha para que brasileiro deixe de ser tonto e pare de comprar produto coreano.
Anônimo disse…
Hahuahuahuhauahuhaua

Tô rindo sozinho aqui. A quantidade de defensores da FIAT q apareceram aqui.

Discussão de carro ta parecendo discussão de futebol. Cada um tem seu time e não abre mão. Mesmo sabendo que é ruim.
Damaris disse…
Para os que chamam a Hyundai de Riundai. Não confundam a "marca" Hyundai com o grupo CAOA.
Diogo disse…
Totalmente tendencioso. [IRONIA] Parabéns pela imparcialidade[/IRONIA]
Helio disse…
Discordo da seguinte afirmação:
A primeira montadora a substituir um excelente motor 1.6 16v por um 1.8 beberrão, barulhento, antiquado;

Já tive dois Palio Weekend 1.6 16V e agora tenho um Palio Adventure 1.8.
Ele gasta cerca de 1km/l a mais na cidade que o 1.6 16V mas em compensação faz 1km/l a mais em rodovias.
E na manutenção?
É muito mais barato que o motor 1.6 16V.
E quebra menos. Certa vez meu Palio Weekend 1.6 16V ferveu. Resultado: Cabeçote empenado, válvulas avariadas e cerca de R$1.200 para consertar.
O mesmo aconteceu com o motor 1.8 há seis meses atrás. O que aconteceu? NADA!
Levei para a oficina em cima de um caminhão da seguradora, trocaram a bomba d'água que havia pifado e o motor não teve nenhuma avaria.
Então qual é o melhor motor?
Na minha opinião é o 1.8, que realmente tem um projeto mais antigo e gasta um pouco a mais na cidade mas é mais econômico na cidade. E que é muito mais resistente.
A pequena economia que se faz no consumo em cidade com o 1.6 16V se perde na sua menor resistência.
E ele é muito melhor de dirigir na cidade pois requer menos trocas de marchas que o 1.6 16V.
Quanto ao barulho, até 100 ou 110 km/h não sinto grande diferença. E um melhor revestimento acústico pode resolver este problema.
Anônimo disse…
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse…
Huahuahuahuahuahauhauha

Cada comentário louco aqui
Anônimo disse…
Cara esse seu post foi um tanto quanto infeliz e só serviu para mostrar que Fiat não entra na sua garagem.
É perfeitamente normal comemorar dessa forma, ainda mais no caso da Fiat que antes de mais nada teve que vencer o preconceito que tinham em relação a marca e passar a toda poderosa Volswagen.
Falando nisso, a edição da 4rodas de dezembro que faz o comparativo entre o Palio e o Gol foi até que justo, porém quando o autor diz qu e o acabamento e o painel do interior do Gol apesar de usar materiais mais simples é melhor montado que no Palio foi no minimo ridiculo.
Anônimo disse…
Mais é verdade, o acabamento do painel do gol é mais simples e melhor montado que o do Palio.
Rudger disse…
Nossa que post ridículo. Isso não foi jornalista que escreveu foi? O outra, a proposta do cambio automatizado é diferente de um automático. É aposentar o pé esquerdo por um preço mais em conta. Eu tenho um duallogic e nem arrependo. Compraria outro. Depois de 1 dia com o carro já aprende a controlar os trancos. Esse post só serviu pra mostrar que vc não gosta de FIAT.
Anônimo disse…
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse…
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Juca disse…
Como tudo que envolve carros, o post tem suas polêmicas e é muito bom no sentido de abrir discussão para que todos possam emitir suas opiniões. Agora, responder com ofensas demonstra, além de falta de educação, imaturidade e insegurança. Um bom psicólogo pode ajudar.
Dubstyle disse…
Obrigado, Juca.

A todos: discordar pode. Xingar, não. Guarde sua ignorância para si mesmo.
Zema disse…
O que muita gente não entendeu foi que o post condena a petulância da Fiat em sua propaganda e os itens citados pelo M4R estão aí para que a Fiat não comece a se achar o último biscoito do pacote.
Qualquer marca pode elaborar uma lista de itens na qual foi pioneira e qualquer indivíduo que acompanha a industria automobilística consegue montar uma lista de erros (em alguns casos pioneiros) de qualquer marca. E o fato destes itens todos não serem "primeiros" na Fiat, como alguns comprovaram, não faz com que os mesmos deixem de existir.
Anônimo disse…
A mocinha ficou com tanto medinho que até excluiu as respostas que lhe dei sobre o assunto.

Pode ficar tranquilo, respondo novamente.

- A primeira montadora a substituir um excelente motor 1.6 16v por um 1.8 beberrão, barulhento, antiquado;


É DE AP QUE O BRASILEIRO GOSTA? ENTÃO TENHA UM PARECIDO!

- A primeira montadora a manter um carro por 26 anos em linha sem a menor preocupação com a segurança dos seus ocupantes (Mille);


Se o Mille fosse tão "ruim" assim, jamais teria ficado 26 anos na mesma forma, além de ser considerado o melhor carro já fabricado no Brasil.

- A primeira montadora a realizar quatro cirurgias cosméticas sobre a mesma plataforma, distorcendo completamente o carro (linha Palio);

Celta, Classic, Vectra, Gol, Santana, Astra que o digam, a Fiat foi a 1ª né?

- A primeira montadora a não oferecer ao consumidor um câmbio automático decente;

COMO NUNCA? SÓ PQ HOJE NÃO TEM NÃO SIGINIFICA QUE OS ANTIGOS AUT DA FIAT NAO TERIAM SIDO BONS PARA A ÉPOCA, ONDE ESSE MOLEQUE ESTAVA HÁ 05 ANOS ATRÁS???


- A primeira montadora a tentar vender um sedã derivado de um compacto como um médio (Linea);


COMPRA QUEM QUER, O QUE DIZER DO COROLLA? O JETTA ENTÃO, NEM SE FALE, O POLO É SEDAN O QUE MEU FILHO?

- A primeira montadora a lançar um motor totalmente novo com potência inferior à do que ele substitui (Fire 1.0 e Fiasa 1.0);

Mille Smart Fiasa 1.0 57HP

0-100 - 17s
Vel Máx - 151km/h
Cons Urb - 9,5km/l
Cons Rod - 16km/l

Mille Fire 1.0 55HP

0-100 - 15,3s
Vel máx - 153km/h
Cons Urb - 12km/l
Cons Rod - 20km/l

Estranho, apesar de ser menos potente, é bem mais econômico e e mais rápido.

- A primeira montadora a importar em grandes volumes um modelo médio para o Brasil ao invés de produzi-lo aqui e gerar empregos (Tipo).

E a VW gera muitos empregos na Alemanha com o atual Passat, o Jetta, assim como a GM gera muitos empregos na Argentina e no México com a Captiva e o Classic.

Além disso, a Fiat só importa o Fiat 500, e não, diversos modelos como as concorrentes.


ENTÃO, APRENDA A LER E PESQUISAR DIREITO ANTES DE FICAR FALANDO MERDA POR AÍ.
Anônimo disse…
Eu tenho 2 carros

Um Palio Fire flex 2008 65HP e um Santana CLi 1994 96HP

O Santana é um carro muito bom, tem um motor muito forte e robusto e é bem confortável, mas o Palio é um carro muito melhor para ladeiras.

Tem muitas ladeiras que com o Palio eu subo em 2ª ou 3ª marcha e com o Santana eu tenho que subir em 1ª marcha.

Você falou que o motor fire é menos potente que o Fiasa, mas o motor fire tem uma tecnologia muito boa envolvida nele.

Eu tive um Mille fire de 55HP, e digo, foi o melhor carro que tive, muito econômico, muito robusto e, sempre que eu precisava, ele respondia muito bem (Melhor que o Celtinha da Auto-Escola de 60hp).

Agora, se você prefere criticar uma marca só porque não gosta dela, como eu vi em algumas matérias suas, é melhor que fique quieto e pare de fazer testes com a Fiat.

Deixe para que os outros façam os testes com critérios justos, e não os seus critérios, como fez com o Siena EL x Fiesta Sedan.

um fiesta sedan 1.6 não sai por menos de 38 mil e, não, 33 mil como você colocou no teste.

Outra, comentar da trava de ré do Siena para tentar denegrir a imagem da Fiat foi ridículo, nem uma criança de 5 anos teria tal imaginação.

Espero que melhore os seus testes.
Nobre disse…
Se compararmos com as quatro grandes marcas do mercado nacional cada uma tem seu vício:

- FORD: Ficou anos no ostracismo com veículos com bom acabamentos e mecânica, mas com custo de manutenção e preços altos, além de desing muitas vezes contestáveis. Somente de 2002 para cá que vem se recuperando paulatinamente, mediante os projetos fabricados em Camaçari-BA. Hoje posssui carros atrativos, com bons custo/benefício e possuem motores com tecnologia atual. Talvez a única marca nacional com motores que possuem 10 anos de utilização em toda sua linha.

- GM: Durante anos teve carros bons, estéticamente alinhados com o mercado europeu. Todavia, sua mecânia está defasada e a qualidade de acabamento de seus veículos superiores pioraram paulatinamente. Talvez hoje seja a marca com maior número de veículos defesados no mercado (Classic, Astra, S10, Blazer ...).

- VW: O orgulho a derrubou. Durante décadas fora a marca maior do país e esqueceu de investir em seus produtos, contentando-se com pequenas reformas. Sua mecânia também está defasada. Somente quando perdeu a liderança e não consegui recuperá-la iniciou um processo de requalificação de seus produtos. A logevidade do Gol/Saveiro/Parati na mesma plataforma desde a origem prejudicou sua imagem. Prova disso foi a tropicalização de bons carros como o Golf e o Polo. Todavia, a importação de carros como Jetta, New Bettle, Passat, Eos, Tiguan e Touareg nos faz perceber o quanto a marca ainda peca em tecnologia e acabamento em nosso mercado.

- Fiat: Durante anos a marca se manchou com produtos de pouca durabilidade e baixa qualidade. O que falar da linha 147? Todavia, espelhou-se na matriz e investiu em qualificação de seus produtos, agregando status e tecnologias antes acesíveis apenas em níveis superiores. Todavia, com o advento da liderança, peca atualmente do mesmo mal da VW no fim da década de 90: Mantem carros defesados em linha e não investe em evolução de seus produtos. Acessórios tecnológicos não suprem tecnologia atual. Felizmente, está desenvolvendo novos motores que prometem ser melhores que os atuais.

Mas o tamanho não é documento, assim como o número absoluto de carros vendidos não equivalem com número de clientes satisfeitos. Prova disso são as marcas HONDA e TOYOTA que possuem poucos produtos, mas todos eles são elogiados por seus clientes, possuem tecnologia atualizada e motores modernos e equivalentes aos utilizados por suas filiais mundo afora.
Anônimo disse…
TÁ BOM, O CARA NÃO ENTENDE NADA DE CARRO É TENDENCIOSO, NÃO GOSTA DE CARRO FIAT. CERTO
QUAL É O MECÂNICO QUE FALA BEM DE CARRO DA FIAT?
QUAL MECÂNICO QUE GOSTA DE MEXER NAQUILO?
QUAIS CARROS QUE PARAM DE FABRICAR, E NO DIA SEGUINTE SOMEM DE CIRCULAÇÃO? EXEMPLO TIPO, TEMPRA, BRAVO, BRAVA, MAREA E OS OUTROS QUE ESTÃO EM PRODUÇÃO SÃO TÃO PARECIDOS QUE NÃO SE SABE SE É NOVO OU VELHO.
CARRO DA FIAT FOI FEITO PARA DURAR NO MÁXIMO 3 ANOS DEPOIS SE DESINTEGRA E VOCÊ NÃO ACHA MAIS VESTÍGIOS DELES.
ANDEM PELO BRASIL, VEMOS CORCEL II, DELREY, OPALA, CHEVETTE, FUSCA, TODO TIPO DE GOL, SANTANA MAS NÃO SE VÊ UM 147 QUE FOI BEM VENDIDO, POR QUE SERÁ?
ACHO QUE DONO DE CARRO FIAT FICA TÃO DESESPERADO QUE DESTRÓI O CARRO. TENHO UM AMIGO QUE TEM UM MAREA TURBO, QUE NEM A CONCESSIONÁRIA COMPRA, POR VALOR NENHUM.
REALMENTE É O ÚNICO CARRO ECOLÓGICO, SOME SEM DEIXAR RASTROS NA NATUREZA
ENCERRANDO, VENDE MUITO POR CAUSA DA AGRESSIVIDADE DE VENDAS DELES, VOCÊ ENTRA LÁ SEM UMA MOEDA NO BOLSO E SAI COM UM FIAT ZERO.
CONVENHAMOS, QUANTIDADE DE VENDAS NÃO DIZ NADA NO BRASIL, UM POVO QUE COMPRA CARRO E NÃO TEM DINHEIRO PARA MANUTENÇÃO, SEGURO E NEM IMPOSTOS E NA GRANDE MAIORIA NEM TEM PARA PAGAR AS PRESTAÇÕES DO PRÓPRIO CARRO. COMPRAM ONDE TEM MAIS FACILIDADE
QUER CARRO BOM E BARATO?
VAI NA ARGENTINA E NO CHILE, AQUI É A LIXEIRA DELES
Anônimo disse…
LENDO AS OPINIÕES, DEPAREI COM O ESCRITO POR UM TAL HELIO.
DIZ ELE QUE TEVE DOIS FIAT WEEKEND, QUE FERVERAM E UM EMPENOU O CABEÇOTE E O OUTRO NÃO, SÓ TROCOU A BOMBA DÁGUA.
CONVENHAMOS TER 2 CARROS QUE APRESENTAM O MESMO PROBLEMA É UM SINAL DOS CÉUS DE QUE O CARRO NÃO É LÁ ESSA BRASTEMP, E O CARA FICOU FELIZ COM O MOTOR X QUE DEU MENOS GASTO. DEVERIA TROCAR DE MARCA
TENHO CARRO A MAIS DE 37 ANOS E NUNCA NENHUM FERVEU, MAS NUNCA TIVE FIAT.
PARA VOCÊS, DONOS DE FIAT, PENSAREM UM POUCO.
PORQUE TODOS VOCÊS CONHECEM O MECÂNICO PELO NOME?
Mano disse…
CARRO DA FIAT FOI FEITO PARA DURAR NO MÁXIMO 3 ANOS DEPOIS SE DESINTEGRA E
R.: Estou na minha segunda Marea Weekend. Ela é uma HLX 2002 completa, inclusive com bancos de couro e teto solar. A primeira que tive era uma ELX 1999 e ainda está rodando por aí.

ANDEM PELO BRASIL, VEMOS CORCEL II, DEL REY, OPALA, CHEVETTE, FUSCA, TODO TIPO DE GOL, SANTANA MAS NÃO SE VÊ UM 147 QUE FOI BEM VENDIDO, POR QUE SERÁ?
R.: Não sei em que planeta você anda mas na minha região ainda se vê bastante 147, pickup 147, Panorama e até alguns Oggi (incluindo um raríssimo Oggi CSS, um carro que foi produzido em edição limitada de 350 unidades).

TENHO UM AMIGO QUE TEM UM MAREA TURBO, QUE NEM A CONCESSIONÁRIA COMPRA, POR VALOR NENHUM.
R.: O Marea do seu amigo deve estar muito detonado então pois a concessionária da minha cidade tem vários Marea usados no
estoque que eles pegaram na troca por
Linea.

CONVENHAMOS, QUANTIDADE DE VENDAS NÃO DIZ NADA NO BRASIL...
R.: Se não diz nada porque todas as montadoras estão sempre tentando vender mais e a VW está tentando recuperar o primeiro lugar em vendas que perdeu para a Fiat há oito anos?
Santo disse…
Meu caro preconceituoso... preconceituoso sim, pois vc é um daqueles antiquados que vê a Fiat ainda no tempo do 147.
Uma pergunta, vc está criticando a Fiat ou a Volkswagen??? Pois todos os seus comentário deveriam ser ditos para a Volks... a começar pelo fato do Mille ter 20 anos, e não 26... e carro sem a menor segurança chama-se Kombi... e uma plataforma distorcida diversas vezes tb possui o nome de Gol.
Menos M4R, menos Volks.
Todos tem o direito de criticar, desde que tenha embasamento e neutralidade para isso!
Anônimo disse…
a maior piada,comparar a ruimdae com bmw. o bmw e um automovel,a ruimdae e uma grande besta engana guloso! 2-a fiat realmente so tinha porcaria,hoje ela ta mudada tem o melhor motor 1.0 l o fire 55 cv. 3-a vw so tinha porcaria ,ex,fusca,kombi,gol bx,gol,brasilia.......etc hoje continua a mesma merda!

Postagens mais visitadas deste blog

Comparativo: Celta Life 1.0 VHC x Palio 1.0 Fire

Teste: Hyundai Azera 3.3 V6

Teste: Chevrolet Zafira Elegance 2.0 automática