Para bom entendedor

A publicação do texto do Agile no Notícias Automotivas trouxe a este blog alguns visitantes não acostumados com este estilo (e desde já quero agradecer o elogio do Bisinski nos comentários daquele site). Talvez valham algumas explicações:

 

- Primeira explicação:

O paralelo com o lançamento do Fox não foi à toa. Eu, como montadora preocupada com meu lançamento, quero fazer o melhor carro possível dentro daquela faixa de preço. E não venham me dizer que isso é impossível no Brasil: o Gol e o Voyage têm vencido quase todos os comparativos dos quais participam, e são carros de entrada.

 

Assim, o que a GM deveria ter feito é lançado um carro MUITO BOM, que nos deixasse embasbacados. A Honda fez isso com o Civic. A Toyota fez isso com o Corolla de geração anterior. A VW fez isso com o Gol. O Agile está anos-luz de ser muito bom, e foi isso que eu quis dizer, levantando as críticas da Quatro Rodas e propositadamente não relatando os elogios (ver mais abaixo).

 

Nós não podemos, nunca, nos contentar com o razoável; meu dinheiro é muito difícil de ganhar e, quando vou gastá-lo num carro, quero saber que ali tem projeto, tem engenharia, tem conforto. O Agile é a base do Corsa de 94, repaginada. Não tem como uma pessoa que se julga entusiasta de automóveis concordar com esse verdadeiro tapa na cara. O que a GM quer dizer com isso é que nós não somos merecedores de investimentos de verdade, pois este povo tapuia compra qualquer coisa que ache bonita. Então ela que pegue esse carro fubango e que se dane. Quem valoriza o próprio dinheiro não compra esse lixo.

 

- Segunda explicação:

 

Eu não gosto do Fox. Ele é caro e mal-acabado. Não teria um em hipótese alguma. Mas ele inaugurou a moda dos carros grandes por dentro e pequenos por fora, que norteou tempos depois a elaboração do Logan, do Sandero e do Agile. Isto deve ser reconhecido.

 

E outro ponto: ao invés de usar a plataforma de um carro de 94, o Fox usa a base do Polo, que é quase uma década mais moderna e bem mais refinada. Estruturalmente, o Fox dá um banho no Agile.

 

- Terceira explicação:

 

Muita gente confunde obrigação com qualidades. O sujeito alega pro chefe que entregou o trabalho no prazo e aí vem pedir um aumento. Cabra, entregar no prazo é obrigação. Se você entregou o DOBRO de trabalho no prazo, ou se você entregou o trabalho UM MÊS antes do prazo, aí sim você merece ser reconhecido.

 

Nesta linha de raciocínio, quero que os senhores defensores desta bomba da GM me digam uma qualidade real do Agile. Espaço interno? O Fox e o Sandero têm, isso não é estar acima da média. Painel com iluminação em azul? O Gol tem. Bancos de veludo? O Sandero e o Punto têm. Motor 1.4? O Fox, o Gol e o Sandero têm 1.6. Design? Questão de gosto, e o Punto foi assinado pelo gênio Giugiaro.

 

Para facilitar, dou um exemplo do que digo: tamanho do porta-malas. Neste ponto reconheço os méritos do Agile.

 

- Quarta explicação:

 

Existem os blogs informativos, que trazem notícias, e existem os blogs de opinião, nos quais o autor escreve o que pensa. Este é um blog de opinião.

Comentários

blogcarro disse…
Boa Garoto, tapa neles. Quem não gostou que vá ler propaganda de carro para ser enganado.
Rafael disse…
Concordo com vc, embora as vezes não o faça. Reconhece qualidades na gm, como a Zafira e a Montana, que para mim são excelentes produtos e os melhores em suas respectivas categorias. Outra coisa, acho que o proprio Corsa é melhor que o Agile, pois considero espaçoso, com plataforma mais moderno, tendo quase o mesmo nivel do Polo, e ainda por cima com recursos bons, que foram tirados ao decorrer do ano. Para mim, era mais facil remodelar o Corsa e usar a plataforma atual e mexer no cambio, que é o ponto fraco da gm, pois de estrutura ele esta no mesmo nivel dos rivais e de motor está anos luz a frente. Porém esse carro tira os méritos do Corsa, não inova em nada e ainda por cima virá caro, 40 mil reais segundo a vendedora da concessionaria Palazzo na freguesia do ó, isso na versão LT. Não entendi de fato a proposta desse carro.
Rodrigo disse…
Se não me engango a plataforma do nosso Corsa é de 98. A do Prisma/Classic é de 83.
Claudio disse…
Embora também entenda que o Agile não tem lá muito diferencial em relação aos outros (além do design, no mínimo, controverso), é um equívoco dizer que ele é montado na plataforma do Corsa B. Ele é, isso sim, montado na plataforma 4300 (Corsa C), com algumas modificações. Independentemente da idade, quem já dirigiu o Corsa (especialmente com DH) sabe que a dirigibilidade do carro é exemplar na categoria, exceção feita apenas ao câmbio de engates vacilantes. O argumento de que o Agile tem base do "Corsa de 94" não se sustenta...
Anônimo disse…
Vamo Divulgar isso aew por email pra todos verem!!!!!!
Anônimo disse…
Se não me engano um dos projetos que iniciou a idéia de "carro grande por dentro e pequeno por fora" foi o excepcional M B Classe A, que preço por preço, deu um banho em todos esses.
Anônimo disse…
Este blog é mto bom, parabéns!
Paulo disse…
É isso aí, Dub: Falou e disse !
abraços
Thunder disse…
Design é questão de gosto, mas o design do Agile... desculpem quem gostou, mas parece design de carro chinês!!! Tomando partes específicas, como só o farol, pode até parecer bom mas o conjunto não se harmoniza. Muito Estranho!
Anônimo disse…
Assino embaixo as críticas em relação à GM e a esse novo lixo que vão tentar empurrar. Só não concordo com a empolgação em relação ao novo Gol.

http://www.noticiasautomotivas.com.br/troca-de-motor-novo-gol-da-quinta-geracao-anda-cheio-de-problemas/

Detalhe: líder ou não, o Gol não é exatamente um carro barato (aliás, isso não existe no Brasil).
Dubstyle disse…
Rafael, o Corsa é um excelente carro. O acerto de suspensão é o melhor da categoria, ao lado do Punto e superior ao Polo. O acabamento era muito bom. Mas a GM depenou tanto o carro que hoje ele é irreconhecível.
Claudio, a fonte sobre a base do Agile é o Best Cars, embora a C/D tenha publicado que o carro é feito na base 4300. Falta explicação da GM nesse ponto.
Em relação ao novo Gol, de fato vem sofrendo mais problemas do que se esperava. Ainda assim, são mais de 30 mil vendidos por mês, e os problemáticos configuram minoria.
Aos todos, muito obrigado.

Postagens mais visitadas deste blog

Comparativo: Celta Life 1.0 VHC x Palio 1.0 Fire

Teste: Chevrolet Zafira Elegance 2.0 automática

Teste: Hyundai Azera 3.3 V6