Frio digital

Achei interessante colocar aqui um post na linha serviços sobre um equipamento cada vez mais comum nos carros e que nem todos sabem corretamente como funciona. Esta ideia já estava comigo há alguns meses quando hoje, ao acompanhar a entrega de um carro 0 km, ouvi o vendedor falando asneiras sobre o funcionamento do sistema. Como o restante de sua apresentação do carro para o futuro motorista foi muito boa (e extensa, cobrindo quase todos os itens e equipamentos do carro), percebi que o vacilo devia-se mais ao desconhecimento do que à inaptidão.

Em inglês, air-conditioning significa o sistema comum, de botões analógicos, enquanto os sistemas digitais são chamados de climate control. Faz mais sentido.

Um sistema de climatização é o responsável por colocar ar frio ou quente dentro do carro, de acordo com a necessidade do motorista. Ar quente é fácil: com o motor em temperatura normal de funcionamento, a mais ou menos 90 graus Celsius, o sistema simplesmente aspira uma quantidade de ar do compartimento do motor e com isso esquenta o ar levado para dentro do veículo. Quanto mais o termostato é colocado na posição quente, mais ar do motor entra no carro. É por isso que existem sistemas de ar quente em carros sem ar-condicionado.

Já para resfriar o ar, é necessário um compressor, como os utilizados em refrigeradores. O sistema é complexo e explicá-lo não cabe aqui, mas é necessário informar que esse compressor usa força do motor para funcionar, e portanto, quando ligado, o motor precisa empurrá-lo além de empurrar o carro. Isso resulta em menos potência disponível, o que leva o motorista a pisar mais no acelerador e colocar o motor em giros mais altos, o que por sua vez aumenta o consumo.

A grande vantagem do sistema digital pro, digamos, analógico é o fato de poder-se escolher uma temperatura ideal e o sistema a mantém sozinho. No primeiro caso, o motorista coloca o termostato em alguma posição fria e o sistema empurrará sempre aquela mesma quantidade de ar frio para o carro, sem importar-se com a incidência do sol no habitáculo ou outros fatores. Já o sistema digital monitora constantemente a temperatura dentro do carro e ajusta a velocidade do ventilador e o direcionamento do ar (para os vidros, para as saídas no painel ou para os pés) de acordo. Essa vantagem só aparece quando acionada a função AUTO, existente em todo sistema digital. Alguns incluem ainda o acionamento da circulação de ar quando percebem excesso de poluição no ar externo.

Sem a função AUTO acionada, o ar seguirá controlando a temperatura (se o ar externo cair de 22 para 18 graus, com o ar digital marcado para 20, ele deixará de esfriar e passará a esquentar, coisa que o ar manual não faz), mas não altera a velocidade do ventilador e nem o direcionamento do ar, que ficam marcados de acordo com a opção do usuário. Vale lembrar que, em alguns modelos, existe a possibilidade de não marcar nenhum sentido para o direcionamento do ar, e neste caso o ar controla automaticamente este recurso (mas não a velocidade do ventilador).

Os sistemas incluem ainda um botão de desembaçamento rápido. Ao pressionar essa tecla, o sistema aciona a maior velocidade, ou uma das maiores, direciona o ar para os vidros e liga o ar-condicionado para um desembaçamento ligeiro. A temperatura desse ar obedece ao que estiver marcado no termostato: se for inferior à temperatura externa, teremos ar frio, do contrário ar quente. Tanto faz, pois o funcionamento do ar-condicionado já retira a umidade do ar e essa condição é suficiente para desembaçar os vidros.

Além da função AUTO, outra tecla que causa confusão é a tecla A/C, que a Volkswagen inversamente chama de ECON. Lembra que existe um sistema de ventilação capaz de empurrar ar quente ou ar à temperatura ambiente, como citado no começo do texto. Se você não pressionar a tecla A/C, significa que o compressor do sistema não está ligado e que o ar admitido ali pode ser somente esquentado, não resfriado. Essa ventilação forçada é útil quando o ar admitido de fora é baixo, quando o carro está devagar, mas não há necessidade de esfriar o habitáculo. E é possível usar a
função AUTO aqui, mas somente para esquentar o interior. Se você marcar uma temperatura mais fria que a externa, mas não acionar a tecla A/C, o ar não esfriará além da temperatura externa.

No caso da VW, a tecla ECON tem a função de DESLIGAR o compressor. Assim, com a tecla ECON acionada, o ar não pode ser resfriado, apenas esquentado. Ou seja: a tecla A/C liga, na maioria dos carros, e nos VW a tecla ECON desliga (não há tecla A/C).

Comentários

Anônimo disse…
Nota 10 nesse "Frio Digital"!!...

Todos os vendedores deveriam ler e se informar melhor, para não falar asneiras...
André disse…
Acho o conceito do "condicionador de ar digital" legal. Porém, sou contra o consumo desnecessário de energia. Veja bem, não estou falando em consumo alto, e sim desnecessário. A meu ver, colocar um termostato para manter a temperatura fixa, ao mesmo tempo em que o compressor sempre está em funcionamento, é desperdício de energia. Por isso, por mais interesante que seja o propósito do "condicionador digital", acho que o conforto não vale o desperdício... Bom, é só minha opinião.

Mais uma vez, excelente blog! Comentários fantásticos!!! Grande abraço.
Dubstyle disse…
Oi André,

A sua opção seria, então ligar o A/C sempre no frio máximo e desligar quando o carro chegar à temperatura desejada? E aí, quando o interior esquentar, ligá-lo novamente? Eu não tenho certeza, mas acho que esse processo de liga/desliga acaba consumindo mais combustível.

Obrigado pelos elogios!
Daniel Barros disse…
Só tem um erro no trecho sobre o Ar quente. "o sistema simplesmente aspira uma quantidade de ar do compartimento do motor e com isso esquenta o ar levado para dentro do veículo."

Na verdade o Ar quente não vem do motor (vinha nos fuscas e volks antigos equipado com Ar quente).

Nos carros com motor a água, o ar é aquecido pela água do radiador. Existe um pequeno radiador dentro do painel, onde circula a agua quente. Quando vc gira o botão para o ar quente ele desvia o Ar para esse radiador interno que esquenta o ar.

Se o ar viesse do motor teria grandes chances de vir com cheiro de combustível, graxa etc..

Por isso vc vê alguns carros mais velhos vazando agua quente dentro.

Abração
Daniel
Mario disse…
Eu tenho um carro com ar condicionador e é muito agradável no verão

Postagens mais visitadas deste blog

Comparativo: Celta Life 1.0 VHC x Palio 1.0 Fire

Teste: Hyundai Azera 3.3 V6

Teste: Chevrolet Zafira Elegance 2.0 automática