FrAgile

Aí você, uma montadora multinacional, uma das cinco maiores do mundo e uma verdadeira gigante, decide lançar um carro novo no mercado brasileiro, que vem crescendo a números expressivos e é uma das apostas para tentar virar o jogo e trazer bons resultados para a empresa. E será um carro extremamente competitivo, de alto volume de vendas e crucial para o sucesso das suas vendas no país, que não vêm muito bem. Desse carro depois virão vários outros, que comporão uma família de vários produtos. Você desenvolve este carro há bastante tempo e deseja que ele se diferencie dos produtos atuais que você tem no segmento, embora utilizando uma plataforma e alguns componentes antigos.

Essa era a VW em 2007, ao lançar o novo Gol. Hoje, sucesso absoluto de vendas e uma verdadeira referência em dirigibilidade na categoria. Foi o carro escolhido pela Toyota para balizar como deverá ser o futuro carro de entrada que os japoneses pretendem vender aqui.

Essa é a GM em 2009 com o Agile. A expectativa é altíssima. Como de praxe, a revista especializada mais vendida do País trouxe o teste antes das outras. Este é o grande momento, é agora que vamos ver onde o bicho pega. Todos roem unhas na sede da GM Brasil. Confira o que a Quatro Rodas disse:

"Junto à perna direita do motorista, há uma barra metálica de sustentação do painel, inexplicavelmente montada ao alcance dos olhos. Do outro lado, o passageiro precisa tomar cuidado para não arrancar com o pé a mangueira de drenagem do orifício que leva a água condensada para fora da cabine."

"Nas idas ao supermercado, pode ficar tranquilo: o porta-malas do Agile é espaçoso, tem 327 litros de volume. Você só terá trabalho para arrumar frutas, verduras, legumes e congelados à direita. A cautela é necessária para evitar o aquecimento dos alimentos na volta para casa: sem um simples defletor de alumínio, o calor gerado pelo abafador traseiro do escapamento atinge diretamente o piso do porta-malas, no lado esquerdo – o tapete interno é fino e insuficiente para barra a alta temperatura."

"A tampa do porta-malas, que só abre inserindo a chave na fechadura, e o plástico com rebarbas junto à alavanca de abertura do capô (esfolou a mão de duas pessoas durante as fotos) encerram o pacote de economias exageradas".

ESSA É A NOVA GM? Foi pra isso que vocês trocaram até o final no nome do carro, para simbolizar uma nova era? Era do quê? Da economia, da porcaria, dos carros lixo, entulhos ambulantes? Não precisa do Agile pra isso, pode ser um Celta mesmo!

Respeito os funcionários da GM, tenho certeza que muita gente lá quer fazer um bom trabalho e não tem nada a ver com isso. Do contrário, proporia aqui mesmo um abaixo assinado para a GM encerrar suas atividades no Brasil. Quem sabe alguém com mais preoupação com o consumidor, como a Chery, assuma seu lugar.

Comentários

Paulo disse…
O problema é que a GM nunca vai aprender a fazer direito a lição de casa: consumidor pagando preços justos por produtos de qualidade. (vide situação dela "in house" -ou seja lá nos EUA).
Santos disse…
Ah.. veja bem... ahm...
Pra 4rodas criticar, o negócio deve ser praticamente imprestável.
Bisinski disse…
Que decepção.
Damaris disse…
Este comentário foi removido pelo autor.
Christiano disse…
Uma pena que vcs não saibam agir com ética jornalistica... E ficaram, catando a conta-gotas, as pouquíssimas críticas da 4Rodas, q nem sabemos se estarão nos modelos de produção. Em prol de uma causa baseada em inveja. E um possível amor a um carro bem menor que o Agile, e que só vem colecionando problemas aos seus donos. Quem leu as 7 páginas da revista... Sabe que o carro foi extremamente elogiado! Em praticamente todos os quesitos! Sem falar q, de um jeito ou de outro, aqui ou ali, todo carro tem seu problema! Incrível! Vou enviar esse caso a direção da 4Rodas! Pois vc, nem teve ética de mencionar o autor da matéria!
Daniel Barros disse…
Esse Christiano deve ser um GM lover....
Mr. Jones disse…
Não sou GM lover, aliás, não gosto muito dos modelos GM... mas esse post foi altamente tendencioso. Li a reportagem da 4Rodas e quem leu como eu, viu todos os prós (curiosamente nenhum citado) e contras do carro e viu a avaliação da 4Rodas em preferência do modelo da GM.
Sinceramente, o economy-way da GM é um lixo, os carros desatualizados (tirando o captiva), mas saibam, também, reconhecer quando ela faz alguma coisa que preste!
Minha opinião sobre o blog caiu muito com este post!
Rob disse…
Nem da pra chamar de tendencioso um cara que copia as piores partes de um artigo de 7 paginas sobre um carro.

Postagens mais visitadas deste blog

Comparativo: Celta Life 1.0 VHC x Palio 1.0 Fire

Teste: Chevrolet Zafira Elegance 2.0 automática

Teste: Hyundai Azera 3.3 V6