Poluição política

Quero pedir uma breve licença aos leitores de outros estados.

Semana que vem, será proibido fumar em basicamente qualquer lugar que não sua casa ou a rua no Estado de São Paulo. Ainda não decidi se sou contra ou a favor da lei; acho que o ar de lugares fechados com a presença massiva de fumantes fumando fica simplesmente irrespirável; por outro lado, todos têm liberdade de ir e vir e, se eu não estava disposto a me sujeitar a esse "ar", bastaria não ir a determinado local. Simples assim.

Só que eu não posso deixar de respirar o ar da minha própria cidade. Ar imundo, fétido, uma camada cinza que é visível a olho nu nos dias claros de inverno. Os culpados são vários, mas que tal apontarmos a quantidade absurda de motociclistas na cidade de São Paulo e, pior ainda, de motos que estão fora dos padrões de emissão? E os caminhões fabricados há mais de 40 anos que expelem, impunemente, toneladas de partículas diretamente nos pulmões de todos?

É muito simples baixar um decreto atazanando a vida dos fumantes. Agora, exigir que os veículos emitam uma quanidade adequada de poluentes, CONFORME JÁ ESTÁ PREVISTO NA LEI, parece pedir demais não? Claro: quando a solução é uma simples canetada no papel, o governo é super ágil; quando a solução envolve fiscalização e trabalho, o governo refuga.

É essa a desgraça do Brasil.

Comentários

Anônimo disse…
Um erro não justifica outro. Só porque as leis quanto a poluição de carros são brandas ou desrespeitadas não podemos ter leis que nos garantam ir a um restaurante e sentar em uma mesa (em um lugar bom que geralmente é reservado a fumantes) sem ter que fumaça por perto ?
Bisinski disse…
Ultimamente o governo andou estudando a possibilidade de liberar o diesel no Brasil. Houve protesto pelo Carlos Minc prvendo que o diesel não é limpo o suficiente.

Como o seu post mencionou, fiscalizar é uma beleza pois tirar de circulação todos os grandes poluídores dá uma preguiça monumental.

Postagens mais visitadas deste blog

Comparativo: Celta Life 1.0 VHC x Palio 1.0 Fire

Teste: Hyundai Azera 3.3 V6

Teste: Chevrolet Zafira Elegance 2.0 automática