NBSR - Cruze hatch

Do iG:

Indo direto ao ponto, o Cruze hatch é o carro mais caro de sua categoria e a montadora não tem vergonha de assumir isso e tampouco faz questão de voltar a liderar o segmento, como fez durante anos com o Astra. E claro, há uma desculpa para isso. “O Cruze Sport6 é o carro mais equipado de sua classe desde a versão de entrada. Buscamos clientes que desejam um veículo de ponta”, apontou o confiante Gustavo Colossi, diretor de marketing da GM no Brasil, durante a apresentação do produto. Ele não exagerou.


Veículo de ponta nessa faixa de preço tem SUSPENSÃO TRASEIRA MULTILINK. Eixo de torção, como no Cruze hatch, não.

Comentários

Vitor disse…
Se é pra ser um veículo de ponta, é imperdoável também o farol monoparábola, sem projetor; e o motor 1.8, que não é essa Coca cola toda...
Anônimo disse…
Parabéns pelo blog!
"Descobri" esse endereço recentemente e, pelo "teor ácido" dos posts, pretendo me fidelizar. Sinceramente, é bom ler textos de opinião explícita de vez em quando...

Quanto ao Cruze Hatch, eu não consideraria sua compra pelo simples fato de não concordar com o preço. Ainda que alguns aspectos de sua construção tenham sido escolhidos por serem "baratos", gosto de seu câmbio automático (apesar de preferir os CVT ou os automatizados de dupla embreagem) e de sua segurança passiva. Mas, na faixa dos R$70.000,00, ainda existem muitas opções de usados bons.

Obrigado!
Tô na Rede! disse…
Fantástico!!!

Postagens mais visitadas deste blog

Comparativo: Celta Life 1.0 VHC x Palio 1.0 Fire

Teste: Chevrolet Zafira Elegance 2.0 automática

Teste: Hyundai Azera 3.3 V6