Aprenderam tudo errado

A Hyundai demorou anos para se atrever a cobrar o mesmo que a concorrência. Pudemos desfrutar de Tucson, Azera, Santa Fe e Veracruz bem mais baratos que os equivalentes de outras marcas até que a empresa se sentisse na liberdade de cobrar caro pelos seus produtos – veja o i30, com preço equivalente aos concorrentes, e o Sonata, que é ainda mais caro.

Se dizem que o aprendizado chinês será bem mais rápido que o coreano, ao menos em política de preços ele já é. Após a boa pegada do J3, a JAC já chutou o balde e botou a minivan J6 no mesmo preço da concorrência.

Pelo visto, aquele sonho nosso de ver os chineses barateando os preços dos carros e forçando uma concorrência agressiva já foi pro beleléu.

Comentários

André disse…
Alguém tinha dúvida? Tudo bem, sempre dá aquele pinguinho de esperança, mas logo o copo esvazia... Sempre disse isso e repito sempre mais. Ruindai nem de grátis.
Raphael Ramos disse…
Será que a turma da ANFAVEA combina preço?
Braga da Rocha disse…
Taí... Não se deve descartar a possibilidade de uma tendência de cartelização. Tudo é possível nesse nosso mercado terceiro-mundista.
Anônimo disse…
As empresas vivem para obter lucro, e quem define se o produto é bom ou não, não somos nós e sim o mercado. Quanto aos preços cobrados pela hyundai e jac eles estão certos, se o consumidor "percebem valor" nos seus produtos. Aos que não querem existem outras opções, sejamos soberanos e a demanda é quem dita o preço, se não vendem com certeza o preço cai. Tudo que possamos pensar em redução de preço de todas as montadoras é pura utopia e engodo. O brasileiro hoje não faz nem manutenção programada, não me venham pedir carros da europa onde as peças e mão de obra são mais caras, por isso se vende bem e muito até hoje astra, corsa, palio.. vai falar de citroen e pug metade das pessoas já desiste pela manutenção e peças caras.. sejamos honestos e realistas. Eu quero um carro importado a bom preço mas não quero pagar manutenção de importado onde terei gasto muito maior, resumindo tenho um astra e é o que pra mim é possível. Antes eu pensava como vc dub e usuários, mas quando fui a campo e ver os problemas dos brasileiros vc identifica isso que falei (principalmente no campo e em estradas de terra no interior), não adianta ficar no escritório ou blog pedindo carros de 1º mundo, o que temos que fazer é criar condições para que as pessoas melhorem sua renda e se tornem mais exigentes. E meu papel eu procuro exercer votando melhor nos políticos e coordenando uma ONG. joao pereira
Anônimo disse…
cara eh brincadeira esse J6. Devia ser vendo no MAX a 45 mil. 60 mil nao rola, e mesmo que fosse de qualquer `grande` marca, nao vale. o carro tem acabamento simples demais para custar o que custa..! eqto isso nos EUA com esse valor se compra um Passat novo completo! hahahaha nivel brasil eh uma maravilha!

Postagens mais visitadas deste blog

Comparativo: Celta Life 1.0 VHC x Palio 1.0 Fire

Teste: Hyundai Azera 3.3 V6

Teste: Chevrolet Zafira Elegance 2.0 automática