Fiat Bravo

A Fiat acaba de soltar para a imprensa as informações a respeito do Bravo, o novo hatch médio que deve substituir o Stilo após algum tempo. Como normalmente acontece nos lançamentos da marca italiana, uma atenção especial foi dada à lista de equipamentos. Destaca-se o “RádioNav”, na verdade uma tela multimídia de 6 polegadas no controle do painel que concentra o controle de algumas funções do carro e, principalmente, o navegador. Demorou, mas finalmente começamos a receber no Brasil os navegadores embutidos.
(Nas fotos, o amarelo é T-Jet e os outros são Absolute)

Outro destaque são os sensores de estacionamento dianteiros. Há ainda retrovisores elétricos rebatíveis, iluminação noturna nas maçanetas e no habitáculo, “cornering”, um sistema que acende o farol de neblina correspondente ao lado para o qual o veículo está virando (na verdade um substituto pobre dos faróis direcionais de verdade), Hill Holder, que segura os freios por dois segundos em ladeiras sem a necessidade de manter o pé no pedal, sensor de pressão individual nos pneus, sinalizador de frenagens de emergência e sete air bags, como no New Fiesta.

Claro que, além dos opcionais diferenciados, há os mais “comuns”, como ar dual temp, teto solar Skydome, ABS, ESP, direção elétrica, piloto automático, aletas para troca de marcha no volante no caso do câmbio dualogic, e faróis de xenônio com lavagem e regulagem elétrica automática de altura.

Tendo esgotado a cota de inovações, a Fiat manteve no Bravo duas características conservadoras: o uso de uma suspensão traseira de eixo de torção e a opção somente pelo câmbio automatizado Dualogic, sem a suavidade de uma caixa tradicional.

O carro será vendido em três versões: Essence e Absolute, com o motor 1.8 16v e opção pelo câmbio Dualogic, e a T-Jet com câmbio italiano manual de 6 marchas e Overbooster, botão que aumenta a pressão do turbo de 0,9 para 1,3 bar em caso de acelerações mais ríspidas, gerando 23 m.kgf de torque a 3 mil rpm contra 21,1 sem a pressão extra.

No entanto, parece que a Fiat não aprendeu a lição do Linea (que foi lançado a 63 mil e hoje sai por 52) e exagerou na tabela do Bravo.

Os preços sugeridos são:

Bravo Essence MT: R$ 55.200
Bravo Essence Dualogic: R$ 57.800
Bravo Absolute MT: R$ 62.250
Bravo Absolute Dualogic: R$ 65.200

A versão T-Jet ainda não teve seu preço definido.

Há que se lembrar que os concorrentes no segmento médio trazem motores 2.0 e câmbios automáticos de verdade, como C4, 307 e Focus. Embora bem-equipado, os equipamentos realmente diferenciais, como citados no começo do texto, são opcionais. Uma versão Absolute Dualogic com Navegador e sensor dos pneus (não disponíveis para a Essence) custa 70 mil, preço de Focus Titanium. Será que vale? Não sei não...

Confira a seguir os equipamentos de cada versão (copiado do release):

Fiat Bravo Essence. Muito bem equipado, todas as versões do Bravo trazem o ISOFIX, gancho universal para fixação de cadeira infantil. A versão Essence inclui também itens de série como airbag duplo, ar-condicionado manual, direção elétrica com função “City”, roda em liga leve 16”, faróis de neblina com sistema cornering, freios a disco nas quatro rodas, piloto automático, rádio CD com MP3, espelhos retrovisores externos elétricos, Safe Lock, vidros elétricos dianteiros e traseiros com sistema one touch e antiesmagamento, volante com regulagem de altura e profundidade, tampa do reservatório de combustível com abertura elétrica, banco do motorista com regulagem de altura, para-sóis com espelho e iluminação, porta-luvas e porta-malas iluminados, banco traseiro bipartido 1/3 e 2/3, cinco apoios para cabeça com regulagem de altura, anteparo para motor e câmbio, ganchos para fixação de carga no porta-malas, chave com telecomando para vidros, travas e porta-malas, entre vários outros.

Fiat Bravo Essence Dualogic. Ele traz todos os equipamentos de série da versão Essence, mais câmbio Dualogic® Automático.

Para ambas as versões Essence, a lista de opcionais inclui freios com ABS, ar condicionado automático Dual Temp®, som Hi-Fi com subwoofer, Blue&Me™ ou Blue&Me™ NAV + volante revestido em couro com comandos do rádio, teto solar elétrico Skydome, espelho retrovisor interno eletrocrômico, sensor crepuscular, sensor de chuva, sensor de estacionamento traseiro e dianteiro, rebatimento elétrico dos retrovisores externos, apoia-braço dianteiro com vão refrigerado, apoia-braço traseiro, além de bancos revestidos parcialmente em couro nas cores preta ou marrom. A versão Dualogic oferece, ainda, o comando do câmbio no volante, ou borboletas.

Fiat Bravo Absolute. A versão possui os mesmos itens de série da versão Essence mais: ar condicionado automático Dual Temp®, Blue&Me, ABS nos freios, Night Design, sensor traseiro de estacionamento, volante em couro com comandos do rádio, apoia-braço dianteiro com vão refrigerado, além de apóia braço central banco passageiro, rodas de liga-leve 17”, maçanetas e guarnições abaixo dos vidros cromados, tapetes em carpete com bordado Absolute, mais tecidos e detalhes de acabamento exclusivos.

Fiat Bravo Absolute Dualogic. Além de todos os equipamentos de série da versão Absolute, esta tem também câmbio Dualogic® Automático e comando do câmbio no volante.

As duas versões Absolute oferecem, como opcionais, teto solar elétrico Skydome, sensor de pressão dos pneus, som Hi-Fi com subwoofer, Blue&Me™ NAV, Rádio NAV™, sensores de estacionamento dianteiro, retrovisores externos com rebatimento elétrico, espelho interno eletrocrômico, sensores crepuscular e de chuva e bancos parcialmente revestidos em couro, mais os airbags: kneebag, sidebags e windowbags.

Fiat Bravo T-Jet. A lista de itens de série inclui todos os equipamentos presentes na versão Absolute, e ainda câmbio de 6 marchas, ESP (sistema de controle de estabilidade) + Hill Holder, rodas de liga-leve exclusivas 17”, botão Overbooster no painel, faróis dianteiros escurecidos, saída da descarga dupla cromada, volante, pinças de freio pintadas de vermelho – pela primeira vez na gama Fiat –, freio de mão e pomo da alavanca do câmbio em couro com costuras vermelhas, pedaleira e apoia-pé esportivos, spoiler, minissaia, além de diversos detalhes de acabamento que diferenciam a versão esportiva do novo hatchback.

O cliente pode equipar ainda o seu Fiat Bravo T-Jet com faróis de xenônio, sensor de pressão dos pneus, teto solar elétrico Skydome, Rádio NAV™, Blue&Me™ NAV, espelho interno eletrocrômico, sensores crepuscular e de chuva, som Hi-Fi com subwoofer, rodas em liga-leve 18” + pneus 225/40, bancos revestidos parcialmente em couro, mais os airbags: kneebag, sidebags e windowbags.

Comentários

Anônimo disse…
Dub, sensor de estacionamento não é primazia no segmento, o C4 já tem. O T-Jet chega no ano que vem, mas já tem preço definido sim: R$ 67.700. Abraço
Dubstyle disse…
Tem razão. Já mudei a frase, obrigado pelo aviso. Agora, barato o T-Jet a somente R$ 2 mil a mais que o Absolute... Será isso mesmo?
Anônimo disse…
GENTE, PASSEI PESQUISANDO O FIM DE SEMANA, PELA LISTA DE ITENS DE SÉRIE A VERSÃO DE ENTRADA É MUITO COMPETITIVA.PESQUISE E COMPROVO, SEM FALAR QUE O FRESCOR DO DESENHO ITALIANO SEMPRE EMPOLGA.

Postagens mais visitadas deste blog

Comparativo: Celta Life 1.0 VHC x Palio 1.0 Fire

Teste: Hyundai Azera 3.3 V6

Teste: Chevrolet Zafira Elegance 2.0 automática