Clássico é a mão que vou meter na tua cara

Fomos assoberbados por este anúncio ridículo e totalmente descabido da Chevrolet no Facebook.



Primeiramente, chamar de clássicos carros como a Meriva e o Corsa Sedan, ou Classic, que foi produzido até 2014, é tomar liberdades excessivas com a palavra “clássico”, distorcer seu significado no meio automotivo, é dar um tapa na cara em todas as pessoas que realmente cuidam de clássicos de verdade.

Segundamente, que se você REALMENTE tiver um clássico da GM, como um Opala ou um Chevette, você será ESCORRAÇADO da concessionária, com aquele monte de mexânicos que só servem para trocar óleo e fazer rodízio de pneus. A montadora está pouco se fodendo para os clássicos de verdade dela no Brasil, não oferece manuais, nem peças, nem assistência, nem encontros.


E aproveitem e troquem a agência que cuida do Facebook porque esses aí estão como seus funcionários, não entendem bulhufas de carro. Só interessa o dinheiro no final do mês.

Comentários

ChAndré disse…
Se eu parar minha Veraneio na porta da CCS Chevrolet, eles provavelmente nem sabem que o carro é GM pois o "bow-tie" dela é azul e não dourado.

Peças? Faz-me rir.
Marcelo disse…
Tenho um Omega CD 4.1 1996, que era do meu pai e está comigo há 16 anos. Tenho também um Opala SS 1978. O Opala nem me atrevo a procurar coisa alguma na CSS, mas o Omega deveria ter. Considero-o um clássico de 21 anos que está totalmente original, mas só se acha em CSS o que for feito também pra Astra e Vectra. De Omega mesmo não se acha mais quase nada.

Até pouco tempo atrás tinha um Maveco V8. Era só entrar no site da Summit que dava pra montar um Maveco inteiro. E Maverick teve vendas baixas nos estados Unidos...

Fazer o quê né!!!

Postagens mais visitadas deste blog

Comparativo: Celta Life 1.0 VHC x Palio 1.0 Fire

Teste: Chevrolet Zafira Elegance 2.0 automática

Teste: Hyundai Azera 3.3 V6